• Home
  • /
  • Author: Gisela Araujo

Lose Yourself

Doutor; Quantas vezes você já se perdeu nesta semana? E eu não estou falando de virar a esquina errada e acabar numa rua desconhecida, eu estou me referindo a se perder de verdade, daquelas vezes em que a gente nem sabe direito quem é e tenta procurar nos outros aquilo que tá faltando. Sabe como…

I’m a mess

Doutor; Já faz tempo, não é? Eu sei… Talvez eu estivesse presa em algum tipo de limbo, não sei ao certo como explicar, mas o importante é que eu estou de volta. Eu e todos aqueles sentimentos ridículos que eu venho tentando esconder ou rejeitar. Eu estou uma bagunça ainda maior do que aquela que…

Breathe

Doutor; Eu abri os braços e fechei os olhos. Deixei que o cortante vento daquela fria noite de outono tocasse o meu rosto enquanto ainda segurava nos pulmões a fumaça do cigarro. Permiti ficar um pouco tonta com a sensação da nicotina percorrendo o meu sangue e então suspirei, só para puxar novamente o ar…

Maçãs, Flores e Oz

Doutor; Eu me perdi em algum ponto há duas esquinas pra trás, quando tentaram me explicar a diferença entre maçãs verdes e vermelhas, e do porquê somos melhores como flores do que como árvores. Tudo bem que isso pode parecer não fazer muito sentido sendo falado assim, mas acontece que depois de um breve diálogo…

Ponto

Ei você! Sim… Você mesmo de cabelos bagunçados, com os fones de ouvido e o olhar perdido na janela. Desde o primeiro momento em que te vi, percebi que tínhamos uma ligação. Não adianta desviar os olhos envergonhado, eu já entendi qual é a sua. Entendi que você também me entendeu e nessa sua atitude…

O Adeus

Doutor; São tantas emoções negativas que se misturam dentro de mim que eu nem sei por onde começar. Honestamente. Olhe para mim. O que você vê? Eu vejo um apanhado de noites mal dormidas misturadas com a falta de vontade de existir que se acumulam em olheiras que vão se aprofundando em volta dos meus…

Além de mim

Senta aqui… vamos conversar. Você se lembra daquele dia em que nos sentamos em frente ao portão de casa e começamos a discutir sobre todas as coisas que nos incomodavam? Lembra do seu jeito debochado, de quem não dá a mínima pro que o outro está falando? Você sequer se lembra das minhas palavras ou…

Fora do comum

Doutor; eu tentei. Eu juro que tentei. Tentei ser uma moça normal, dessas que levam o namoradinho pros pais conhecerem, passa os finais de semana no shopping assistindo a filmes merdas e enchendo o rabo de fast food. Eu tentei, juro que tentei. Tentei ter um relacionamento estável, desses que duram anos e que as…