Wasting Light

12 de abril de 2011, lançamento oficial do novo álbum do Foo Fighters, já vazado na internet. Depois de 4 anos de espera, desde o último álbum, a banda chega com o tão aguardado Wasting Lights. Ele conta com 11 faixas para os fãs se acabarem no bom rock’n’roll.

Lançamento: 12 de abril de 2011
Gravação: 16 de Agosto de 2010–3 de janeiro de 2011
Gênero(s): Rock alternativo
Duração: 47:53
Gravadora(s): RCA Records
Produção: Butch Vig

Ao invés de firulagem e experimentalismo, o Foo Fighters preferiu continuar naquilo que faz de melhor, o que tem dado certo a mais de 15 anos. Isso não quer dizer que a banda seja covarde ou tenha medo de arriscar em novas aventuras, mas também não quer dizer que não haja evolução. Eles conseguiram seguir estes dois padrões sem mudar a identidade da banda, o que é muito importante. O disco ainda conta com a volta de Pat Smear, que foi o ingrediente final para receita perfeita deste que pode ser considerado o mais homogêneo álbum da carreira deles.


Faixas:

  1. Bridge Burning
  2. Rope
  3. Dear Rosemary
  4. White Limo
  5. Arlandria
  6. These Days
  7. Back & Forth
  8. A Matter of Time
  9. Miss the Misery
  10. I Should Have Know
  11. Walk

O primeiro single lançado foi Rope, que você já pode conferir por aí.

Universo Alternativo é um blog de entretenimento (ou não), criado em meados de 2009 e, quando nada deu certo, foi morto e reinventado a partir do zero (em 2014) como se nada tivesse existido antes. Gerado diretamente do Caos (Caos), assim como seus irmãos Nyx (Noite) e Érebo (Escuridão), UA é a personificação dos universos paralelos existentes no Cosmos. Para um melhor entendimento sobre o assunto, indicamos o estudo de mitologias de um modo geral.

5 Comments

Deixe uma resposta