Vale a Pena Ouvir de Novo

Hey Runaway’s! Essa semana eu venho com post meio musical/retrô, pois tenho várias dicas de álbuns lançados há um tempinho (ou tempão) que merecem ser ouvidos de novo, não para tirar as teias de aranha das musicas, mas para apreciar as antigas tendências musicais. Como todos sabem, tendências vem e vão, e todas as batidas e rifes que eram “modinha” entre os produtores há um tempo, podem voltar às paradas de sucesso.

Vamos começar nossa viagem musical com o álbum Just Push Play, lançado pelo Aerosmith em 2001. Esse foi o mais esperado da carreira do Aerosmith, pois circulavam muitos boatos sobre a aposentadoria da banda que estava desde 1997 sem lançar algo.

O álbum foi recebido com alvoroço pelos fãs, e o primeiro single, Jaded, foi logo parar no Top 10 da Billboard. O mesmo que aconteceu com as faixas Sunshine e Just Push Play. Já Fly Away from Here, a grande balada do álbum, acabou não sendo tão bem recebida quanto as outras canções.

Just Push Play também tem alguns dos clipes mais bem produzidos do Aerosmith, Jaded e Sunshine, que possuem um lindo trabalho de fotografia.

Faixas do álbum

  1. “Beyond Beautiful” (Marti Frederiksen, Mark Hudson, Perry, Tyler) – 4:45
  2. “Just Push Play” (Steve Dudas, Hudson, Tyler) – 3:51
  3. “Jaded” (Tyler, Frederiksen) – 3:34
  4. “Fly Away from Here” (Chapman, Frederiksen) – 5:01
  5. “Trip Hoppin'” (Frederiksen, Hudson, Perry, Tyler) – 4:27
  6. “Sunshine” (Frederiksen, Perry, Tyler) – 3:37
  7. “Under My Skin” (Frederiksen, Hudson, Perry, Tyler) – 3:45
  8. “Luv Lies” (Frederiksen, Hudson, Perry, Tyler) – 4:26
  9. “Outta Your Head” (Frederiksen, Perry, Tyler) – 3:22
  10. “Drop Dead Grogeous” (Hudson, Perry,Tyler) – 3:42
  11. “Light Inside” (Frederiksen, Perry, Tyler) – 3:34
  12. “Avant Garden” (Frederiksen, Perry, Tyler) – 4:52

Ele conta com algumas faixas bônus lançadas em edições de luxo, como Face, Won’t Let You Down e Girls of Summer (essa última foi relançada na coletânea O, Yeah! The Ultimate Aerosmith Hits, de 2002).

Ainda no início dos anos 2000, temos Music, lançado por Madonna em setembro, o álbum foi o segundo contato de Madonna com a eletro- dance européia (ela já tinha experimentado um pouco do ritmo em Ray Of Light de 1998). O álbum tem um sonoridade que reflete ao grupo francês, Daft Punk, que estourou na época. Os singles Music , Don’t Tell Me e What It Feels Like for a Girl, foram todos para a Hot List da  Billboard.  Esse álbum rendeu à Madonna cinco prêmios Grammy.

Music contribuiu e muito para a videografia da diva pop, todos os cilpes lançados são incríveis e meu favorito é What Feels Like for a Girl.

Faixas do álbum

  1. “Music” (Ahmadzaï, Madonna) – 3:44
  2. “Impressive Instant” (Ahmadzaï, Madonna) – 3:37
  3. “Runaway Lover” (Madonna, Orbit) – 4:47
  4. “I Deserve It” (Ahmadzaï, Madonna) – 4:23
  5. “Amazing” (Madonna, Orbit) – 3:43
  6. “Nobody’s Perfect” (Ahmadzaï, Madonna) – 4:58
  7. “Don’t Tell Me” (Ahmadzaï, Madonna) – 4:40
  8. “What It Feels Like for a Girl” (Madonna, Sigsworth) – 4:43
  9. “Paradise (Not for Me)” (Ahmadzaï, Madonna) – 6:33
  10. “Gone” (LeGassick, Madonna, Young) – 3-25

Algumas faixas ganharam versões em outros idiomas como francês, espanhol e o japonês na faixa bônus Cyberraga, uma parceria de Madonna com Singh.

E aproveitando a carona pop, por que não lembrarmos do eterno rei? O grande M.J. fez vários trabalhos incríveis, mas Bad, de 1987, merece sempre ser ouvido de novo. Todo mundo se rende ao épico Thriller, de 1982, mas eles se esquecem que nem só de Thriller viveu Michael Jackson e Bad é um grande álbum com ótimos singles, como a faixa- título Bad e Smooth Criminal.

Ele foi o último trabalho de M.J. com o lendário produtor Quincy Jones, chegou às lojas em 31 de agosto. Uma semana antes o single I Just Can’t Stop Loving You já liderava as paradas de 18 países (é, ele era Michael Jackson gente!).

Apesar de todos os singles terem sido um sucesso, Bad foi o projeto mais injustiçado de Michael, pois foi indicado a vários Grammys e acabou não recebendo nenhum. “Eles julgaram só minha aparência” disse Michael, na época.

Faixas do álbum

  1. “Bad” (Michael Jackson, Prince) – 4:07
  2. The Way You Make Me Feel  (Michael Jackson)- 4:58
  3. Speed Demon (Michael Jackson)- 4:03
  4. Liberian Girl (Michael Jackson)- 3:53
  5. Just Good Friends (Terry Britten, Graham Lyle)- 4:08
  6. Another Part of Me (Michael Jackson)- 3:54
  7. Main In The Mirror (Siedah Garrett, Glen Ballard)- 5:19
  8. I Just Can’t Stop Loving You (Michael Jackson)- 4:25
  9. Dirty Diana (Michael Jackson)- 4:41
  10. Smooth Criminal (Michael Jackson)- 4:17
  11. Leave Me Alone (Michael Jackson)- 4:40

Da realeza pop, passamos para o rock. Em 1981, os Rolling Stones lançaram o aclamado Tattoo You, e até hoje alguns falam que esse é o melhor álbum da banda, mas é difícil concordar, pois o Stones tem uma das maiores discografias do rock , e isso torna difícil destacar um único trabalho da banda para ser o melhor de todos.

Quase todas as músicas do Tattoo You são composições de Mick Jagger e Keith Richards, os singles do álbum foram bem sucedidos nas rádios americanas e européias entre os anos 1981 e 1982. Com menções honrosas às clássicas Start Me Up e Hang Fire.

Em 2001 o álbum foi reeditado e ganhou algumas faixas bônus.

Faixas do álbum

  1. “Start Me Up” – 3:31
  2. “Hang Fire” – 2:20
  3. “Slave” – 4:59
  4. “Little T&A” – 3:23
  5. “Black Limousine” (Mick Jagger/Keith Richards/Ronnie Wood) – 3:31
  6. “Neighbours” – 3:31
  7. “Worried About You” – 5:16]
  8. “Tops” – 3:45
  9. “Heaven” – 4:21
  10. “No Use in Crying” (Mick Jagger/ Keith Richards/Ronnie Wood) – 3:24
  11. “Waiting For a Friend” – 4:34

É difícil escolher e mencionar apenas alguns dentre tantos hits que merecem ser lembrados e ouvidos novamente, mas fica aqui a dica de alguns. Você com certeza deve ter a sua lista, então que tal compartilhá-la conosco? A área de comentários serve pra isso também.

Universo Alternativo é um blog de entretenimento (ou não), criado em meados de 2009 e, quando nada deu certo, foi morto e reinventado a partir do zero (em 2014) como se nada tivesse existido antes. Gerado diretamente do Caos (Caos), assim como seus irmãos Nyx (Noite) e Érebo (Escuridão), UA é a personificação dos universos paralelos existentes no Cosmos. Para um melhor entendimento sobre o assunto, indicamos o estudo de mitologias de um modo geral.

2 Comments

  • Lena Victim U2

    7 de abril de 2011 at 6:49 pm

    Just Push Play,um dos melhores álbuns do Aerosmith ,pelo menos pra mim,tem a minha favorita,Fly Away from Here.
    Tatto You,é ,não sou fã dos Rolling Stones,mas curto muito algumas música e esse álbum mereceu mesmo ser lembrado.
    Como você pediu eis ai minha listinha

    The Joshua Tree- U2 (1987)
    Parachutes – Coldplay (2000)
    (What’s The Story) Morning Glory? – Oasis (1995)

    Deixa eu parar por aqui,senão me empolgo!
    Ah,amei a temática do post,e o post é claro!

    Responder
  • GuXta

    8 de abril de 2011 at 5:37 pm

    Que isso, hein? Nesse post vc mandou ver. Tirando a Madonna (pelo menos a Madonna atual) eu concordo com tudo.

    A galera pode não ter recebido bem a Fly Away From Here, mas eu adorei na época. Tenho esse cd aqui em casa e curto ele por completo. Aliás, essa foi uma das muitas músicas que aprendi a tocar na época da aula de guitarra. Boas lembranças.

    Michael Jackson era Michael Jackson. Bom, para mim ainda é, já que eu constantemente ouço ele por aqui. Não passo uma semana sem ouvir minha playlist de músicas preferidas. E não são poucas. A que mais gosto não está nesse álbum, que só veio mais tarde (Dangerous/1991): Heal the World. Nesse álbum tb estão outras grandes canções, como Remember the Time, Black or White e Will You Be There.

    Nunca fui muito fã dos Stones, provavelmente por ter nascido muito tarde. Quando cheguei nesse mundo eles já estavam um pouco esquecidos (isso é possível?) e com o tempo acabei preferindo o Heavy Metal ao Rock N’ Roll. Mas isso não significa que não gosto deles. Pelo contrário, com o tempo fui ouvindo pouca coisa aqui e ali e acabei gostando. Não conheço nem metade da discografia deles, mas jpa me sinto bastante satisfeito com o que ouço.

    Uma lista? Assim sem restrição de data? Complicado… eu lotaria isso aqui de álbuns que valem a pena serem ouvidos novamente. Tentarei ser breve:

    .Powerslave – Iron Maiden (1984)
    .Dangerous – Michael Jackson (1991)
    .Líricas – Zeca Baleiro (2000)
    .Blood on the Tracks – Bob Dylan (1975)
    .Help! – The Beatles (1965) – versão original, UK e USA, com “I’ve Just Seen a Face” e outras.

    OK, CHEGA!!!

    😉

    Responder

Deixe uma resposta