Marina e os Diamantes

Eu estava achando o cenário Pop atual muito chato, pois Katy Perry já me enjoou e o estilo excêntrico de Lady Gaga já virou rotina, mas depois que descobri Marina and The Diamonds, passei a ver uma graça a mais no mundinho pop.

O nome real da moçoila é Marina Lambrini Diamandis. Ela é do país de Gales, no Reino Unido, filha de gregos, e que começou a chamar atenção no mundo pop no primeiro semestre do ano passado quando seu single, Mowgli’s Road, alcançou a parada da BBC. O estilo dela é algo que eu ainda não consegui definir, não deixa de ser pop, é claro, mas a dose de experimentalismo nas músicas me deixa totalmente confusa. Isso deve ser resultado da mista influência da cantora, que vai de Tom Waits à Madonna.

Depois do sucesso de Mowgli’s Road, outras faixas do primeiro álbum dela, The Family Jewels (As Jóias da Família, em português), foram estourando nas paradas européias, até que lançou o single Hollywood. Esse sim foi o responsável por expandir o sucesso de Marina e seus diamantes pelos EUA, Austrália e Ásia. Infelizmente aqui no Brasil o som dela está demorando para emplacar, mas quem é ligado no que acontece no cenário pop gringo, já se apaixonou pelo som da garota Greco-galesa .

Além de The Family Jewels, Marina and The Diamonds tem três EPs. Dois deles produzidos de forma independente, sem falar nas músicas soltas na rede antes do lançamento do primeiro álbum. O primeiro EP, Mermaid Vs. Sailor, de 2007, foi o primeiro trabalho gravado de Marina, por isso é bem tosquinho, mas alguns sons como: Hermit the Frog, são bem legais. O segundo EP, The Crown Jewels (As Jóias da Coroa), já é mais profissional que o primeiro e contém faixas que foram remixadas e acabaram indo parar no álbum de estréia. O terceiro EP, The American Jewels (As Jóias Americanas), foi lançado após o álbum oficial. Ele é mais uma prévia para os americanos do que seria o som de Marina (que era novíssima por lá).

A legião de fãs que ela conquistou (a quem chama carinhosamente de My Diamonds) está ansiosa pelo lançamento de Die Life que está prometido para 2011. O mês ainda não foi especificado, mas Marina prometeu que o novo álbum seguirá uma linha experimental parecida com The Family Jewels. Se isso for verdade, o álbum está garantido no gosto do público e dos críticos. Enquanto o novo álbum não vem, o último single dela, Oh No!, vai fazendo seu trabalho de arrastar mais gente para a legião de diamonds de Marina (falo isso porque é verdade, essa música é extremamente viciante!).

E não posso esquecer de dar os créditos a maravilhosa banda que a acompanha no estúdio e nas turnês, os Diamonds oficiais. Eles são incríveis, além de serem ótimos músicos, são super divertidos e combinam perfeitamente com o estilo de Marina (sem falar que são gatinhos).

Então é isso Runaway’s, agora vocês já estão por dentro dessa sensação do pop gringo, escutem muito Marina and The Diamonds, é um sonzinho muito legal e muito viciante também.

Marina and The Diamonds – HollyWood

Marina and The Diamonds – Oh No!

Até próxima!

Universo Alternativo é um blog de entretenimento (ou não), criado em meados de 2009 e, quando nada deu certo, foi morto e reinventado a partir do zero (em 2014) como se nada tivesse existido antes. Gerado diretamente do Caos (Caos), assim como seus irmãos Nyx (Noite) e Érebo (Escuridão), UA é a personificação dos universos paralelos existentes no Cosmos. Para um melhor entendimento sobre o assunto, indicamos o estudo de mitologias de um modo geral.

Deixe uma resposta