Primavera/Verão (2010/2011)

Hey bitches! Esse tempinho de São Paulo que não para hein? Terça-feira o dia estava quente e abafado, um verdadeiro inferno pra quem depende de transporte púbico e o pega lotado. Ontem (quarta) já decidiu dar uma mudada com garoa e vento gelado e hoje amanheceu completamente nublado e frio.

Com tudo isso fica difícil decidir o que vestir na hora de sair de casa porque nunca se sabe quando o tempo pode virar, fazendo com que fique frita ou congelada. Mas não foi sobre tempo que vim falar hoje e sim sobre as tendências da primavera versão 2010/2011. Nunca escrevi sobre moda e estou fazendo esse post como pilot pra saber se consigo tratar sobre o assunto. Dei uma passada rápida em blogs de moda que encontrei por aí e tive uma idéia do que a temporada traz pra gente. Vamos ver!

Natureza temperalmental é um dos temas que impactam nessa temporada. Devido aos desastres naturais que sofremos nos últimos tempos como terremotos, vulcões, grandes chuvas, etc, as peças de roupa trazem calça jeans amassadas, cor de terra, texturas orgânicas dentre outras coisas relacionadas ao assunto.

Primavera/Verão 2010-2011

Tecidos orgânicos (como se fossem desgastados) estão em alta, mais puros (como seda, cetim, linho…), tecidos enrugados/amassados, transparência, brilho, renda e couro. Com relação as estampas temos listras, quadriculado, florais, estampas etnias e o clássico preto e branco.  Pra quem curte estampas de animais, aproveitem, estão em alta, assim como a mistura de etnias com militar continuará marcando presença, drapeados e tecidos indígenas.

Militar

Militar

Também encontraremos modelos de roupas masculinas adaptados para o guarda-roupa feminino como coletes (que continuam na estação), camisas e terninhos.

Modelos masculinos para mulheres

Recordando o impacto Hippie nos anos 60/70, podemos encontrar peças com abuso de estampas florais (como dito acima), vestidos por cima de calça, camadas esvoaçantes e etc.

Silhuetas bem marcadas, ao estilo anos 50 também prometem. Mas não só isso, também inspirados nos estilitas dos anos 50, podemos encontrar couro em várias roupas, silhuetas retas e técnica artesanal. Modernismo e futurismo misturado, ar sombrio, corseletes, bojos em formato de cone, efeitos destruídos e corte a laser.

Modernismo e futurismo

Nas cores encontramos tonalidades pálidas, cinza (tons que variam de branco à carvão), pêssego (de laranja neon à vermelho), terra, tons de violeta, preto+azul, oliva e estação petróleo (uma cor oleosa).

E esse foi o meu post dessa sexta com dicas para você ficar conectado com a estação. Apesar do tempo indeciso de São Paulo, o verão está batendo na porta e esperamos uma estação bem quente.

Espero que tenham gostado e opinem sobre.

Até a próxima bitches!

Pseudo intelectual, aspirante a fotógrafa, curiosa por natureza, cheia de ideias revolucionárias que nunca vão chegar a lugar algum. Gosta de filmes de terror, séries dos mais variados tipos e livros dos mais distópicos possíveis. Caiu na besteira de querer ser programadora, mas depois de um tempo foi fazer publicidade e hoje ganha a vida resolvendo problemas que as pessoas não sabiam que tinham. Já tentou ser mestre pokémon, não gosta de princesas e não sabe ser uma menina meiga. Apaixonada por mitologia, vampiros e qualquer outra coisa sobrenatural. Fala mal de tudo, inclusive das coisas que gosta.

One Comment

  • GuXta

    13 de novembro de 2010 at 10:14 am

    Só posso comentar sobre o tempo, pq de moda – ainda mais feminina – não entendo nada. Então, o tempo anda doidão mesmo. Não é apenas em SP, em MG está assim, mas com uma tendência fria maior. Mas não se preocupe com isso… DAQUI A POUCO PIORA!

    Responder

Deixe uma resposta