Gossip Girl Music

Hello Runaway’s!!

Se tem uma coisa no vasto mundo da cultura pop que eu amo de paixão são os seriados, eu sou apaixonada por eles, o meu favorito é Supernatural (a sexta temporada ta me decepcionando, mas tudo bem), já Gossip Girl ocupa o segundo lugar da minha listinha, e é exatamente deste segundo colocado que eu vou falar hoje.

O foco desse post não está especificamente na serie, mas em sua espetacular trilha sonora, desde de o primeiro episódio eu me apaixono por todas as músicas (sem exceções, o que é incrível) que tocam na serie. Os produtores musicais de Gossip Girl me recém um emmy por melhor trilha sonora, pois eles sabem exatamente qual música combina mais com cada personagem e com cada momento da serie.

Além de usar as músicas que estão tocando nas rádios, a serie dá muito (e muito mesmo) espaço para o indie, isso se deve muito as personagens Jenny e Serena, as músicas usadas nas cenas em que elas fazem algo marcante são sempre tiradas do universo alternativo do indie rock. Já o clima chique do Upper East Side é quase sempre marcado por um popzinho eletrônico, isso é bem a cara de NY, tenho que confessar que amo ver os brunchs e as festas refinadas cheias gatinhos ricaços que aparecem em Gossip Girl. Toda vez que escuto as músicas que tocam nesses momentos mais “Upper East Side” de GG, eu dou uma viajada e me imagino nesses eventos (quem dera ter a vida da Blair).

Falando em Blair, e Srtª Waldorf tem suas peripécias marcadas por duas bandas em especial, varias outras já passaram pelas cenas de Blair, mas essas duas são as que mais se destacaram, são elas The Virgins e Soho Dolls. O The Virgins é puramente Nova York, eles tem uma pegada simples que mistura influências que vão desde Sonic Youth até R&B. O Soho Dolls é um grupo pop inglês, eles fazem o estilo burlesco, uma música típica de cabaré que é mistura com aquele rock eletrônico britânico que todos nós conhecemos (ou deveríamos conhecer), a banda explodiu no meio alternativo, depois que a música Stripper apareceu na cena em que Blair tira roupa na boate de Chuck na primeira temporada, eles tiveram mais três músicas na serie.

Já a amada família Humphrey nos delicia com uma seleção de pop-rock calminho feita só para eles, o patriarca Rufus foi astro do indie rock nos anos 90, seu filho Dan (um gato esse Dan hein?) tem ótimo gosto musical e a caçulinha da família Jenny tem um estilo punk princess que eu amo (e um dia imitarei). Uma família dessas merece uma ótima trilha sonora, as musicas dos Humphrey são na sua maioria clássicos alternativos do final dos 80 e inicio dos 90, uma das minhas favoritas é No New Tale To Tell do Love and Rockets, essa canção tocou na segunda temporada.

As músicas usadas como passagem de tempo, ou seja, aquela canção que toca quando a cena muda de um lugar pro outro, dão um show a parte, o interessante sobre elas é que quase sempre elas têm uma marcação de violino (amo violinos), dessas músicas de “passagem” as duas melhores são You’re a Wolf do Sea Wolf e Embers do Just Jack, uma é da primeira temporada e a outra da terceira.

A quarta temporada de Gossip Girl mudou a locação da história da empolgante Nova York para a clássica Paris (mudança boa hein?), algumas musiquetas do popzinho francês entraram na trilha, eu não curti muito, mas teve gente que amou!

Então  esse foi meu post de hoje.

XOXO Gossip Girl… Ou melhor… XOXO Lidy Runaway

Top das melhores músicas de Gossip Girl (as melhores na minha opinião, é claro)

1.       “Believe” – The Bravery (episódio 1×2)

2.       “Walking In The Streets” – Mad Staring Eyes (episódio 2×8)

3.       “Stripper” – Soho Dolls (episódio 1×7)

4.       “Embers” – Just Jack (episódio 3×2)

5.       “One Week Of Danger” – The Virgins (episódio 1×8)

6.       “How Does It Feel” – Eskimo Joe (episódio 1×8)

7.       “U.R.A. Fever” – The Kills. (episódio 1×16)

8.       “Boy In A Rock N’ Roll Band” – The Pierces (episódio 2×2)

9.       “Star Power” – Sonic Youth (episódio 3×5)

10.   “Decalquee” – Austine (episódio 4×1)

Universo Alternativo é um blog de entretenimento (ou não), criado em meados de 2009 e, quando nada deu certo, foi morto e reinventado a partir do zero (em 2014) como se nada tivesse existido antes. Gerado diretamente do Caos (Caos), assim como seus irmãos Nyx (Noite) e Érebo (Escuridão), UA é a personificação dos universos paralelos existentes no Cosmos. Para um melhor entendimento sobre o assunto, indicamos o estudo de mitologias de um modo geral.

2 Comments

Deixe uma resposta