Os meninos de Hollywood


Enquanto espero as séries que vou comentar semanalmente começarem, irei lhes indicar algumas das minhas séries favoritas. Hoje é dia de falar dos meninos de Hollywood. Nem todos são meninos, mas depois de um certo episódio a alcunha pegou. Afinal “the boys are back”.

Entourage é a escolhida de hoje. Você já deve ter ouvido falar, mesmo que vagamente. Eu mesmo já tinha escutado sobre ela há muito tempo atrás, mas nunca havia dado a atenção merecida até há alguns meses. O que faltou foi uma boa indicação, até que um amigo me disse: “Pode assistir Entourage sem medo. É a melhor série que já acompanhei. Na verdade eu nem sou de assistir séries, prefiro filmes, mas como Entourage trata desse mundo cinematográfico eu decidi dar uma olhada. Se você gosta dos bastidores de Hollywood – contratações, produção, set de filmagem, negociações – vai adorar.” – Então eu fiz o mesmo que ele.

A série é simples. Como eu já mencionei, trata dos bastidores de Hollywood. A peça chave é o protagonista da série, Vincent Chase – o que, de certa forma, não concordo, pois todos os “meninos” são os protagonistas, na minha opinião. Um ator jovem e promissor que logo de início conquista os olhares do mundo, mais pela sua beleza que por seu talento. Vincent mora com os amigos e o irmão. Na verdade ele os sustenta, na desculpa de que todos fazem algo por ele. Seu irmão, Johnny Chase, mais conhecido como Drama, cozinha para a tropa. Ele anda desempregado, pois antigamente costumava atuar em uma série de tv que teve várias temporadas, mas que acabou sendo cancelada há alguns anos. Acostumado com a vida de celebridade, Drama não pretende outra vida. Temos também Eric Murphy, ou apenas E., que de fato trabalha para Vincent como seu empresário. E. diz ao amigo qual trabalho deve fazer, lendo roteiros toda vez que surge alguma oportunidade. Entre todos os “meninos” é o único que sente a necessidade de estar em um relacionamento. Por último nos resta Turtle, o integrante gordinho do grupo. Recebe um trocado de Vincent conseguindo certas coisas para ele, fazendo suas compras, e dirigindo, já que Vincent não sabe guiar um carro. Por fim, mas não menos importante, aliás, eu diria que mais importante que qualquer um nessa série, está Ari Gold, o agente de Vincent. Ele não mora com os “meninos”, tem sua casa própria, é bem sucedido e possui família.

Esses cinco se juntam para nos divertir de uma forma especial. Cada episódio tem algo novo e interessante. Muitas participações especiais acontecem na série, pois como se baseia nos bastidores desse mundo do cinema, é necessário haver uma interação com atores, atrizes, diretores e etc. James Cameron, por exemplo, aparece para fazer um filme do Aquaman, onde contrata Vincent para o papel.

Todos os personagens evoluem, e isso é o que mais em encanta na série. Cada um possui seu peso. Vincent é o garoto mimado que não quer saber de nada, só pensa nele mesmo na maioria das vezes e acha que o dinheiro nunca vai acabar. Eric é o mais centrado de todos, mas tem seus defeitos que atrapalham muito em algumas situações. Drama é o alívio cômico, juntamente com Ari, só que de uma forma mais panaca. Turtle no começo era apenas mais um, mas anda tendo seus momentos e vem crescendo com os demais personagens, mesmo em uma escala menor.

essa postagem merece um tratamento especial para o personagem Ari Gold. Eu não sei se o acerto foi na escolha do ator ou se os roteiristas são tão bons ao ponto de criarem um personagem símbolo. Intepretado brilhantemente por Jeremy Piven, Ari nos conquista desde o primeiro episódio da série. Um homem estressado, mas que é apaixonado pelo trabalho. Sua amizade com Vincent faz com que gostemos ainda mais dele, pois além de demonstrar o interesse pelo dinheiro que irá ganhar através de seu ator, pensa também no bem estar dele. Em família é um pai amável e um marido louco pela esposa, mas que as vezes pisa na bola por pôr o trabalho em primeiro lugar. Ouso dizer que Entourage não seria tão bom sem Ari Gold.

Além de todos elementos, a série também possui outros bons personagens secundários, como Lloyd, que é o secretário gay de Ari, e Sloan, uma mulher com quem Eric se envolve.

Vale muito a pena começar a acompanhar a série. Tudo o que eu disse não chega nem a 10% do que ela realmente é. Vale lembrar que é uma produção do aclamadíssimo canal HBO, conhecido no mundo inteiro por belíssima séries, como The Sopranos. Entourage encontra-se em sua sétima temporada, o que as vezes causa um desânimo em quem quer começar a assistir. Para mim causou o inverso, porque não precisei aguardar uma semana – como tenho aguardado agora que cheguei na sétima temporada – para ver o próximo episódio. Mas se algo do que eu disse aqui presta, siga meu conselho: NÃO DESANIME!

Não vou contar mais nada sobre a série para que as surpresas existam para você que sentiu vontade de assistir. Bom divertimento!

Universo Alternativo é um blog de entretenimento (ou não), criado em meados de 2009 e, quando nada deu certo, foi morto e reinventado a partir do zero (em 2014) como se nada tivesse existido antes. Gerado diretamente do Caos (Caos), assim como seus irmãos Nyx (Noite) e Érebo (Escuridão), UA é a personificação dos universos paralelos existentes no Cosmos. Para um melhor entendimento sobre o assunto, indicamos o estudo de mitologias de um modo geral.

Deixe uma resposta